As micro e pequenas empresas podem ser definidas por dois critérios: pelo critério faturamento e pelo Estatuto das micro e pequenas empresas. No Brasil, estas empresas são responsáveis por 54% dos empregos e por 27% do PIB – Produto Interno Bruto. 

Uma microempresa é aquela que tem faturamento anual de até 360 mil e emprega até 9 pessoas no comércio e no serviço e até 19 no ramo industrial. Uma pequena empresa é aquela que fatura até 4,8 milhões de reais por ano e emprega de 10 a 49 pessoas no setor de serviços e comércio e até 99 na indústria. 

Nos últimos dois anos, quase metade das pequenas e médias empresas precisou demitir funcionários, uma vez que a pandemia atingiu em cheio os negócios. 

Pesquisas do site Indeed mostram que 38% das pequenas empresas não contrataram novos funcionários no último ano, uma vez que a queda no faturamento impactou muito os negócios e, por consequência, as contratações. 

Mas a questão financeira não foi a única barreira para novas contratações: 72% dos entrevistados acha difícil encontrar pessoas com as habilidades necessárias e 58% acham difícil encontrar pessoas que se enquadrem na cultura da empresa, segundo a pesquisa. 

Porém, com o avanço da vacinação e o afrouxamento das medidas restritivas, vislumbra-se uma retomada das PMEs.

Pequenas empresas, grandes negócios!

De acordo com pesquisa realizada pelo SEBRAE acerca do impacto da pandemia de Covid nos pequenos negócios, 31% das empresas precisaram alterar o funcionamento e precisaram se adaptar para manter o financeiro funcionando. 

Ou seja: as empresas foram obrigadas a se reinventar para sobreviverem ao que estava acontecendo com o Brasil e com o mundo. 

Não foram tempos fáceis e ainda não são, mas hoje já é possível ver a luz no fim do túnel, mas também é necessário se preparar para atravessar o túnel!

Por isso, separamos algumas dicas para sua pequena empresa. Acompanhe!

  • 1 Cuidado com as Multitarefas

Geralmente, numa pequena empresa, os processos ainda estão sendo estruturados e precisam de tempo e gestão para serem aprimorados. Por isso, muitas vezes, as pessoas que lá trabalham acabam assumindo mais de uma atividade, para fazer o negócio andar.

Ser multitarefa, ou seja, realizar mais de uma atividade ao mesmo tempo, é uma boa qualidade para se observar em um profissional, mas você deve ficar atento para que isso não seja um tiro no pé. 

Portanto, atenção para que aquele seu funcionário, ou até mesmo você, que é bom em fazer várias coisas não acabe se enrolando e prejudicando o negócio! 

  • 2 Seja digital 

Atualmente, as empresas tem se adaptado com muita rapidez para poderem continuar sendo competitivas e permanecerem no mercado. 

Uma das principais características a se observar no universo empresarial é capacidade de adaptação. Por isso, é fundamental que você seja digital ou que, se ainda não for, passe a ser. 

Mas o que é ser digital? 

É largar de lado a caderneta de papel e passar a usar um sistema que te ajude nas suas finanças, por exemplo. 

É utilizar as redes sociais para vender, para fazer novos negócios, alcançar novos clientes.

Não deixe o tempo passar, porque outra característica de ser digital é ser veloz. Afinal, no universo digital tudo acontece com muita rapidez. 

  • 3 Automatize suas finanças

Dica fundamental para sua pequena empresa é esta: deixar a burocracia de lado, deixar o papelzinho de lado e deixar a dor de cabeça de lado! 

Livrando-se destes três itens, você vai ter muito mais tempo e mais ânimo para focar no que realmente importa. 

Por isso, você precisa passar a utilizar a HerMoney, que vai cuidar de todo o seu processo financeiro a partir do simples envio de uma foto de um comprovante. 

Você pode ter integração da HerMoney com suas contas bancárias e ficar sabendo de tudo que acontece com seu dinheiro na hora que quiser. 

Automatize seu financeiro com HerMoney. 

  • 4 Faça um bom marketing digital 

Marketing hoje precisa passar pelo digital, caso contrário é perda de tempo. 

Fazer marketing digital pode ser muito simples ou muito complexo, depende da necessidade do seu negócio. 

Para uma pequena empresa, é fundamental que esteja no Instagram, no Facebook e que, se possível, presente também no Google. 

Para fazer marketing digital você pode contratar uma pessoa especializada na área, que vai te poupar muito tempo evitando tentativas e erros, ou pode começar você mesma, aprendendo pela internet com vídeos e artigos sobre o assunto. 

O importante é ter presença digital, ou seja, sua marca precisa estar nas redes sociais e ser lembrada pelos seus possíveis clientes quando eles pensarem em algo parecido com o que você oferece. 

  • 5 Investigue a concorrência  

Investigar a concorrência é fundamental para pequenas empresas poderem crescer, afinal, é muito importante saber o que o seu concorrente está fazendo. 

Sabendo o que seu concorrente está fazendo você tem muito mais material para comparar com o que você está fazendo e entender os resultados que são gerados – ou não. 

Além do mais, investigando a sua concorrência, você pode ter alguma ideia com base naquilo que eles fazem que você não está fazendo.